segunda-feira, 10 de setembro de 2012

ESPERS OS FILHOS DO HOMEM


REGIONALTAS A SUA ÚNICA LINHA DE DEFESA ATUALMENTE

Nos os  Regionaltas eventualmente lidamos com criaturas estranhas e seres que não fazem o menor sentido, alguns com aparência disforme e outros muito similares em diversas maneiras . Ai vem um cara e pergunta.

Como isso é possível?

Para você pobre desinformado eu afirmo estes seres tem origens mais próximas do que imagina, algo cujo o nome chamamos unicamente de ESPER.

A ORIGEM DE TUDO
Deus o criador do universo, o ser supremo que tem o poder de criar e destruir, a muito tempo deixou em um pequeno planeta sua maior obra conhecida apenas como humanidade. Um grupo de seres capazes de pensar, amar e ate mudar o próprio destino, tudo isso usando seu maior dom o assim chamado LIVRE ARBÍTRIO.


CLARAMENTE NÃO ESTAMOS PRONTOS AINDA

Em sua suprema generosidade Deus nos deixou herdeiros de uma infima parcela de seu poder maior nesse imenso universo, o grandioso poder da criação. Contudo esse poder que ainda não nos é totalmente acessível, que dirá controlável o que cria diversas anomalias na realidade conhecidas apenas como espers.

Espers são criaturas nascidas da vontade humana, tudo começa quando um grupo de homens crê em algo tão fortemente que distorce a realidade usando nosso poder de livre arbítrio, se um homem sozinho com seus limites pode causar mudanças tremendas ate mesmo na historia agora imaginem o poder de um grupo deles combinado mesmo que involuntariamente.



 EXEMPLO DE COMO UM ESPER  "HUMANO" ATUA QUANDO AGRESSIVO

Ao longo das eras muitos desses fenômenos se manifestaram nas mais diversas maneiras havendo ate mesmo ocasiões onde uma única pessoa possuía uma vontade forte o bastante para criar uma anomalia na realidade sozinha.
Os espers podem possuir diversas naturezas o que os tornam adversários formidáveis para qualquer Regionalta que os enfrente em batalha, um exemplo claro e o caso de um vampiro criado na Transilvânia no ano de 1950 que fora concebido a partir do medo dos habitantes de uma pequena cidade isolada na Europa da familia mais antiga do lugar.
O ser em questão possuia todas as características de um vampiro e assim como na lenda clássica só poderia ser morto enfiando uma estaca de madeira em seu peito, vale ressaltar que outros conceitos como alho e crucifixo o afetavam desde que o usuário acreditasse em sua eficiência. Em outras palavras sua morte teoricamente foi provocada não pela estaca em seu peito e sim porque as pessoas acreditavam que aquilo o mataria.


 UM AMBIENTE PERFEITO PARA NOVAS DISTORÇÕES DA REALIDADE

Ao longo dos anos nos foram achados documentos que comprovam essa teoria além de relatos de entidades demoníacas menores e extra terrestres usando humanos com forte vontade para propósitos diversos, hoje algumas lendas urbanas tem se materializado graças a crença do fim do mundo o que nos tem dado trabalho constante. O que nos leva a crer que existe uma força gerando esses eventos propositalmente ou estarei eu apenas louco?

E você acredita nisso?

Comente afinal quem não fala consente.