sábado, 20 de abril de 2013

MISERAVEL! TRAPACEIRO GATO POLAR!

Não é ódio pela geração atual ou fã boyismo (isso existe?) de retrogamer mas essa geração atual e tudo uma especie de cheaters, sabe quando você esta no seu emulador e não consegue passar dai usa o save state ou aquele cheat safado pra superar o desafio?
...
A não me venha com essa manolo! Sei bem que deve ter usado isso pelo menos no inicio quando descobriu o emulador...EU VEJO ATRAVÉS DE VOCÊ!



COF COF...eh continuando por mais que digam sempre como jogos antigos eram difíceis e frustrantes (nossa consigo escrever isso)e que saves constantes são uma melhora ou evolução do gênero. Digo que ao fazer isso com jogos antigos você quebra o ritmo original, afinal se seu coroa conseguiu passar e você não quer dizer que você no minimo tem muito que aprender com ele.


Existem também aqueles camaradas que recorrem a outro facilitador que são os hacks, embora existam aqueles que não modificam em nada o jogo (aprimoramentos gráficos, adição de textos ou tradução) há também aqueles que mudam a estrutura do jogo seja para intensificar uma caracteristica ou diminuir ela como a dificuldade.


O MAIOR ROM HACK EVER!

Sei que nem todo mundo que esta lendo isso teve o prazer de jogar ou zerar um Battletoads da vida mas deve ter passado ao menos uma vez por essa situação em um game, há também muita influencia dos gamers em si nessa questão. Por exemplo eu acho uma merda um RPG fácil como por exemplo alguns Final Fantasys mas admito que existem missões de alguns que me enlouquecem.


No mundo moderno atual entendo que as pessoas tem um ritmo de vida maior e perder tempo empacadas pode parecer o pior investimento do mundo só que não esqueçam dinheiro não é tudo, uma dica que dou é que procure redescobrir o prazer de vasculhar coisas, dê aquela fuçada bonita em cada canto que de repente o desafio pode não ser tão grande quanto pensa.

Se você ja passou por isso comente, divida conosco (e com o mundo) sua historia, confesse a frustração ou assuma que você usou um cheat uma vez.