quarta-feira, 20 de abril de 2016

SEXO COM FOFINHAS


 

Sabe sempre fui um cara seletivo com relação as minhas parceiras e confesso que um pouco preconceituoso com relação a alguns aspectos físicos mas quem não foi nunca né... quer dizer quem nunca se negou a uma mulher com tromba?
 
 
Todos tem um tipo e um gosto que nos segue por toda a vida, e desafiar esse padrão é difícil mas a vida encontra um jeito e assim fui novamente desafiado ao teclar em uma rede social com algumas pessoas. Isso aconteceu pouco tempo antes de me casar numa época onde imaturo não sabia apreciar o sabor de muitas coisas, e confesso que não daria o braço a torcer pra dormir com uma garota acima do peso.


NÃO ME JULGUEM...SOU HUMANO NÉ

Antes que venham me dizer algo sobre morais e bons costumes deixa eu falar algo...não são pneuzinhos...é de uma roda de trator que estou falando...sabe garotas com muita sombra meeeeeeesmo. Daquelas que se tiverem um filho com certeza vão fazer piadas de "Sua mãe é tão gorda".

Confesso que me senti o Will Smith naquele episodio que trata desse assunto, onde ele sofre do dilema da aceitação mas no meu caso foi mais no estilo internet... tudo começou numa conversa num grupo ate que de repente como toda conversa sobre tratores agrícolas o sexo entrou.

...

Sim isso é possível senhores, sou a prova viva que da pra meter sexo ate em uma agradável discução sobre os hábitos de vida de Jesus Cristo, cof cof assim papo vai papo vem tem essa garota direta , durona e que teve a ousadia de dizer.


 
-Ah aposto que tu é um virjão  que não saberia o que fazer com uma gata!

E eu defendendo meus valores e virilidade disse:

-Aposto que consigo apertar seus botões tão bem como meu joystick!

Começou bem afinal qualquer garota que saiba o que é um joystick já ganhar um ponto ou dois, assim conversamos e nos encontramos num lugar discreto e para minha surpresa ela fazia mais sombra que eu numa exposição de lâmpadas.

 

Meio receosa de eu ficar desapontado ela diversas vezes tentou dar pra trás mas a acalmei e as coisas fluíram bem, confesso que novamente tive aquela sensação de não saber o que estava fazendo, claro a anatomia “diferente” do acostumado assusta mas com o tempo encontrei os botões corretos.

Agora pensando bem a maciez trouxe uma sensação diferente que o padrão mas nada que atrapalhe, deixo esse artigo para reforçar a idéia que as vezes embora algo pareça desafiante a experiência pode ser mais gostosa que achava originalmente...ate muito gostosa... menos atividades GLS...não que tenha feito mas essa é uma barreira que não obrigado.