sexta-feira, 17 de junho de 2016

PROBLEMAS COM DOCES




 
La estou eu comendo o almoço de boa ai na ultima mastigada levantando da cadeira, com um escorregão e dou uma mordida mais forte na colher e PUM uma obturação que estava de boa afunda e me leva num mar de dor/sofrimento digno da singularidade chamada Vórtice da Percepção Total.
Cara é serio, para um homem de 1,80 e poucos metros cair com as pernas bambas de dor nossa, já levei chutes no saco bem menos doloridos que isso...assim duas horas depois arranquei mais um dente. Como essas coisas não crescem em arvores cuido bem delas (ou tento) já que minha boca e do Robocop tem muito metal em comum infelizmente.




Desde que era criança sempre gostei muito de doces e como não bebo ou fumo um bom chocolate foi o mais próximo de vicio e dependência que já tive, assim sempre vivo a cada 3 ou 4 meses num dentista dando aquela revisão dos 10 quilômetros.
Tenho hoje 30 anos e subindo com menos dentes que ontem, sem falar que conforme o tempo passa mesmo com uma vida regrada, com exercícios uma hora um medico vai dizer que eu não poderei mais comer açúcar como quero. Sem falar no clima, aqui no Amazonas quando chega a chuva cai a pressão e vem a hipersensibilidade, que junto com frio torna essa ferragem toda  incomoda pra caramba senhores. 



 Cuidem dos seus dentes mas acreditem em mim quando digo que cuido dos meus apenas acontece deles sofrerem impactos constantemente em psicinas, portas, moveis e o chão...sim sou desastrado e gosto de doces portanto que a Fada dos Dentes me ajude.